Manifestar interesse Para mais informações sobre o curso, clique aqui

Informação sobre o curso

  • 50.0 horas

  • Condições de Inscrição

    Destina-se a agricultores, produtores, operadores e trabalhadores da área agrícola, que pretendam efetuar a sua agricultura em modo produção integrado (despacho 899/2015).

     

    Requisitos:

    • Idade Igual ou superior a 16 anos;
    • Possuir a escolaridade mínima obrigatória*.

     

    *A escolaridade mínima obrigatória determina-se em função da data de nascimento dos indivíduos, nos seguintes termos:

     Data de Nascimento Escolaridade Obrigatória
     Até 31 de Dezembro de 1966 4 anos de escolaridade
     Entre 1 de Janeiro de 1967 e 31 de Dezembro de 1980  6 anos de escolaridade
     A partir de 1 de Janeiro de 1981  9 anos de escolaridade
     Ano Letivo 2009/2010 12 anos de escolaridade
       
    Ano Letivo 2009/2010 – Alunos matriculados nos 1.º ou 2.º ciclos do ensino básico ou no 7.º ano de escolaridade, estão sujeitos ao limite de escolaridade obrigatória até 18 anos.

  • Objectivo Geral

    • Capacitar os formandos com os conhecimentos técnicos e normativos relativos ao Modo de Produção Integrado.

  • Objectivos Específicos

    No final da ação os formandos deverão ser capazes de:

    • Identificar os objetivos e princípios da protecção integrada (PI) e do modo de produção integrado (MPI) – componente vegetal e animal
    • Identificar a legislação específica de enquadramento e regulamentação da protecção integrada e da produção integrada
    • Identificar as normas de utilização sustentável de produtos fitofarmacêuticos
    • Reconhecer as componentes da protecção integrada
    • Reconhecer as técnicas de Modo de produção integrada e as operações de produção para componente vegetal e animal
    • Interpretar os registo de um caderno de camp com vista à tomada de decisão

  • Metodologia

    FORMAÇÃO PRESENCIAL

    Ativa, centrada no participante, utilizando diversas técnicas de ensino como, exposição dialogada, demonstração, simulação, trabalho de grupo, trabalho individual e acompanhamento da cultura.

  • Conteúdos Programáticos

    I. Conceitos de base em proteção integrada (PI) e modo de produção integrada (MPI)

    I.1 - Introdução à PI e ao MPI

    I.1.1 - Evolução da proteção das plantas

    I.1.2 - Definição. Objetivos e principios de PI

    I.1.3 - Definição, objetivos e princípios de MPI - Componente vegetal e animal

    I.1.4 - Prática de PI e MPI em Portugal na componente vegetal e animal

    I.2 - Legislação específica

    I.2.1 - Enquadramento legal da PI e de MPI

    I.2.2 - Caderno de campo e outros registos em MPI

    I.2.3 - Plano de exploração

    I.2.4 - Controlo e Certificação

    I.3 - Aplicação de produtos fitofarmacêuticos (PF)

    I.3.1 - Enquadramento legal relativo aos PF

    I.3.2 - PF - definição, classificação, toxicidade e ecotoxicidade, produtos autorizados em PI

    I.3.3 - Máquinas de aplicação - tipos, carateristicas e seleção

    I.3.4 - Equipamentos de proteção individual

    I.3.5 - Técnicas de aplicação dos PF

    I.3.6 - Cálculo da quantidade de produto a aplicar

    I.3.7 - Redução dos riscos para o consumidor, para o ambiente, para as espécies e os organismos não visados e para o aplicador, na aplicação, manuseamento e armazenamento de PF

    I.4 - Proteção Integrada

    I.4.1 - Meios de luta disponíveis - luta cultural, biológica, genética, biotécnica e química (inseticidas, acaricídas, fungicidas e outros)

    I.4.2 - Fauna auxiliar - Bioecologia dos grupos mais importantes, Métodos de quantificação e utilização de auxiliares; Efeitos secundários do PF; Medidas de fomento da biodiversidade

    I.4.3 - Caderno de Campo - registo

    I.5 - Técnicas de MPI da componente vegetal

    I.5.1 - Plano de exploração - diagnóstico e estratégia de produção

    I.5.2 - Conservação do solo - trabalho mecânico, processo de mobilização, épocas, drenagem

    I.5.3 - Consevação da fertilidade do solo, ciclo de nutrientes e nutrição das culturas

    I.5.4 - Conservação da água - dinâmica da água no solo, necessidades em água, métodos de rega, qualidade da água

    I.5.5 - Colheita de amostras para análise - terra, plantas, água de rega, efluentes da pecuária, outro corretivos orgânicos e lamas de depuração

    I.5.6 - Estratégia de fertilização - fertilizantes e quantidades a aplicar, época e formas de aplicação

    I.5.7 - Rotações, sucessões, afolhamentos e seleção de culturas

    I.5.8 - Sementeira - época, seleção de variedades, preparação da semente, preparação da cama, densidade, profundidade e compasso

    I.5.9 - Proteção integrada

    I.5.9.1 - Inimigos das culturas - pragas, doenças e infestantes

    I.5.9.2 - Estimativa de risco e níveis económicos de ataque (NEA)

    I.5.9.3 - Meios de luta a utilizar diretos e indiretos

    I.5.9.4 - Luta química . PF permitidos em PI (critérios adotados na seleção dos PF e substâncias ativas e respetivos produtos comerciais permitidos)

    I.5.9.5 - Efeitos secundários das substâncias ativas e dos respetivos PF

    I.5.9.6 - Guia de proteção integrada das culturas

    I.5.9.7 - Máquinas de aplicação de PF - Inspeção e calibração

    I.5.9.8 - Operações de proteção das culturas - Culturais, biológicas, biotécnicas e químicas

    I.5.9.9 - Boas práticas de segurança, higiene e saúde no trabalho

    I.6 - Técnicas de MPI da componente animal

    I.6.1 - Maneio alimentar e dos animais

    I.6.2 - Maneio reprodutivo

    I.6.3 - Maneio higio-sanitário

    I.6.4 - Maneiro Produtivo

    I.6.5 - Proteção e bem estar animal

    I.6.6 - Gestão de efluentes pecuários

    I.7 - Colheita, armazenamento e conservação de produtos de origem vegetal

    I.7.1 - Determinção da época e do momento de colheita

    I.7.2 - Colheita e controlo de qualidade

    I.7.3 - Máquinas e operações de colheita

    I.7.4 -Boas práticas de segurança, higiene e saúde no trabalho

    I.8 - Controlo e certificação de produtos de origem vegetal e animal

    I.8.1 - Controlo e certificação de produtos

    I.8.2 - Produção de qualidde e segurança alimentar

    I.9 - Caderno de campo

    I.9.1 - Interpretação dos registos do caderno de campo

    I.9.2 - Tomada de decisão

    Avaliação

Manifestar interesse Para mais informações sobre o curso, clique aqui